segunda-feira, 15 de julho de 2019

Quadros 2018/2019


Chegámos assim ao fim de mais um ano letivo.
Deixo-vos com o registo fotográfico de alguns dos quadros que foram «construídos» ao longo do ano.

Boas férias!
José Artur Cabral

Interseções: entre retas e sólidos e entre sólidos



Neste último período decidimos fazer um trabalho, a questão que permanecia era sobre o quê. Depois de procurar um pouco, um tema chamou-nos a atenção: interseção de sólidos! 



Este tópico do antigo 12.º ano de geometria descritiva veio acompanhado de um outro tema: a interseção de retas com sólidos.




Assim, com a ajuda de manuais de 1994 e 2001, realizamos este trabalho que envolveu muita pesquisa, realização de exercícios, e até colar um telemóvel ao teto para filmar.



Devido à dimensão do ficheiro original, a apresentação está aqui dividida em quatro partes. Se preferir descarregar o documento inteiro, pode fazê-lo aqui.

Interseções entre retas e sólidos:



Interseções entre sólidos 1ª Parte:



Interseções entre sólidos 2ª Parte:



Interseções entre sólidos 3ª Parte:



Diogo Cadete e Madalena Cunha, 11ºE

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Animação 3D




Mais uma vez, decidi elaborar um novo protejo para o meu trabalho de geometria do 3  período! Desta vez decidi criar uma animação 3D utilizando ferramentas que aprendi nesta mesma disciplina. 




Utilizei vários programas que me ajudaram a construir os vídeos e estes foram os seguintes : PMX , MMD, MME e Premiére .
PMX é um programa japonês que nos permite criar as nossas personagens e objetos em 3D para que possamos animar no programa MMD e de seguida podemos usar MME para adicionar efeitos 3D, e para concluir o video e edita-lo eu decidi usar premiére.


Como este protejo foi executado num prazo pequeno decidi fazer duas animações .
No programa MMD é onde nós utilizamos a geometria em si, ou seja, as axonometrias. Neste programa utilizamos as projeções frontais (xz) , horizontais (xy) e laterais (yz) . Tal como na geometria, neste programa temos os pontos, em que designamos de "bones". Estes pontos são movidos de frame para frame para ser possivel a animação de qualquer objeto previamente elaborado no PMX. Quando esta for terminada utilizamos o programa MME para ser possivel fazer sombras nos objetos,e para manipular as luzes!
Os Videos que elaborei neste projeto encontram-se disponiveis no meu canal de youtube!











Vem anexado aqui, os prints exemplares da execução de um video e as animações também.

Nicole Correia, 11ºE

Modelo 3D


Projeto realizado no ano letivo 2018/2019 por João Rodrigues da turma A do 10º ano na disciplina de Geometria Descritiva A e supervisionado pelo professor José Artur Cabral. Tem o objetivo de dar a conhecer e entender o alfabeto do plano e algumas das diversas interseções entre os diferentes tipos de planos  tanto em perspetiva cónica como axonométrica. 


Este modelo simples e peculiar de uma casa foi feito no Sketch Up, um programa de criação de modelos em 3D no computador, encontrando-se disponível para download no 3D Warehouse do mesmo programa. 



Intitula-se "Uncommon House Model". Aqui está o link associado ao projeto: https://3dwarehouse.sketchup.com/model/5127cf11-8e75-4a2a-91f7-54ea622c2d0d/Uncommon-House-Model

João Rodrigues, 10ºA

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Livro 3D

Neste 2º período decidi mais uma vez elaborar um trabalho em que eu pudesse realizar através de trabalhos manuais. 





No inicio decidi que queria fazer um livro 3D a demonstrar várias secções em vários sólidos, mas depois de várias experiências falhadas, era impossível fazer todos os sólidos principalmente cones, esferas ou cilindros. 








Então comecei por fazer uma pirâmide regular de base quadrangular. Na construção desta eu tive que criar o meu próprio "sistema" em que eu pudesse pré-definir a altura das pirâmides que iriam ser utilizadas no livro. Um desafio que eu também tive ao fazer as secções dos planos não projetantes, foi pré-definir a orientação do meu plano, para poder escolher a secção que eu queria ( como por exemplo o plano de rampa). 





No caso dos planos projetantes, como por exemplo, o frontal e horizontal, foi muito mais simples fazer a secção pois nalguns casos esta estava em verdadeira grandeza.






Foi um trabalho muito engraçado , mas complicado de executar, mas para ser honesta eu aprendi muito com ele, pois é muito mais claro ver as secções em 3D e ter também em 2D num só livro.







Nicole Correia, 11ºE


Kit de Apoio ao aluno de geometria

Para ser honesta, ter pensado em fazer um trabalho e não ser de todo uma boa aluna em geometria meteu-me em stress, mas depois tive uma ideia uma ideia! Devia fazer um trabalho em que eu também pudesse aprender. E com isto tive a ideia de criar algo que ajudasse os alunos com dificuldades como eu, e que também facilitasse a aprendizagem desta disciplina.





Mas eu tinha um grande obstáculo à minha frente; como é que vou fazer um trabalho destes se eu nem sou boa aluna nisto? Então eu decidi juntar as minhas habilidades manuais que aprendi em artes e juntar o bom ao mau.
Depois de muitas ideias e trabalho eu inventei um kit de apoio ao aluno de geometria. Fiz este kit com materiais reciclados e leves, para que seja fácil de transportar para as aulas.



Ao olhar para ele pode ser complicado de perceber como se usa, então eu decidi criar um manual de instruções que vem dentro do envelope na parte debaixo do kit.





Para abrir o kit basta abrir as fitas cinzentas e separar os planos, de seguida retira-se o fio de montagem de planos. 
Na parte do plano frontal retiramos o suporte e utilizamos os ímanes para segurar no lugar desejado, ou seja podemos utilizar os planos em qualquer lugar devido aos ímanes que existem.





No envelope podemos encontrar folhas de acetato, e utilizar estas para a elaboração de exercícios e montagem de planos. Nesta montagem de planos utilizamos um fio com umas argolas de metal que também se encontra na parte de trás do plano frontal e usamos este para prender nas fissuras do acetato, e depois é só ajustar a um dos ímanes disponíveis.

No kit também podem encontrar sólidos, como são feitos de eva, que é uma esponja leve, têm fácil aderência no acetato. Também podem criar sólidos com as folhas de eva que estão dentro do envelope.

Quando terminarem o exercício utilizando o kit, temos o mesmo em modo 3D, mas a partir da projeção frontal e horizontal que estão desenhadas nas folhas de acetato, podemos retirar estas do kit e projetar em 2D utilizando um retroprojetor.

Hoje eu tomei a liberdade de fazer um exercício no kit e resolver uma das piores dificuldades dos alunos, as visibilidades e invisibilidades.

Nicole Correia, 11ºE

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Secções em Cones e Cilindros


Para esta apresentação decidimos escolher a matéria sobre secções porque ao estudarmos tivemos dificuldade em visualizar os sólidos no espaço. 




Optamos por recorrer à construção de maquetas para exemplificar como ficariam os sólidos e respetivas secções de cada exercício apresentado no espaço.




Para a execução das maquetas utilizamos papel de acetato, cartão, cartolina, fita cola e tintas. Todo este trabalho é divido em um conjunto de 3 peças: Diedros, sólidos e planos.



Podemos concluir que graças à nossa maquete conseguimos visualizar melhor os exercícios propostos, visto que os sólidos construídos eram transparentes, logo era possível ver a secção muito facilmente. 

































Apesar de algumas adversidades chegamos ao nosso objetivo e a uma adesão muito positiva por parte da turma pelo facto do trabalho ser muito didático e visual.

Carolina Almeida e Catarina Melo, 11ºF